SEMEADOR ESPÍRITA- ARAÇATUBA

SEMEADOR ESPÍRITA- ARAÇATUBA- O Blog de Espiritismo surgiu com o objetivo de divulgar a Filosofia Espírita. Como perante o tema, grande parte da sociedade tem uma ideia que não corresponde à realidade, decidimos através dos nossos posts tentar contribuir para a desmistificação da noção usualmente aceita sobre o que é espiritismo.
VISITE: http://artnewniltoncarvalho.blogspot.com

PáginasMOVIMENTO ESPÍRITA DE ARAÇATUBA

terça-feira, 20 de setembro de 2011

LEI DE JUSTIÇA, DE AMOR E DE CARIDADE - RESUMO


LEI DE JUSTIÇA, DE AMOR E DE CARIDADE
RESUMO

a) justiça e direitos naturais

Faz parte da natureza intrínseca do Espírito a noção e o sentimento de justiça,que se desenvolvem na medida que o progresso moral avança.
A lei de justiça se manifesta de maneira diferente entre os homens em face da mistura das paixões e dos interesses pessoais e de grupos, que a caricaturam.
Basicamente ela consiste em cada homem respeitar os direitos do outro,conforme o ensinamento cristão: – “Fazei aos outros o que quereríeis vos fizessem.”
Como o homem deve viver em sociedade, nascem-lhe obrigações de relacionamento que prevêem respeito aos direitos do próximo. Na falta deste respeito surgem perturbações no seio social, que acabam por se generalizar, dificultando até o bom relacionamento entre os povos e as nações.
Conquanto, à primeira vista, a atribuição de direitos iguais, a si e aos semelhantes, pudesse dar idéia de anarquia, tal fato não ocorreria, desde que, aquele que tivesse valor fosse reconhecido pelo que não o tivesse. Estamos falando de uma hierarquia natural, que nasce do bom-senso e da responsabilidade dos que se acham em plano superior. Bem diferente das hierarquias impostas e defendidas à custa de opressão e lutas destruidoras, que apenas geram revolta e revanchismos.

b) direito de propriedade

A propriedade mais primária que o indivíduo possui como direito natural é a vida. Deve respeitá-la ao máximo em si e no seu semelhante e se torna réu, quando atenta contra a sua ou a do seu próximo, comprometendo-lhe a existência corporal.
O direito sobre a propriedade material lhe é defeso, desde que, conquistada com trabalho honesto e legitimada pelo uso não egoísta.
A propriedade verdadeira é aquela que foi adquirida sem prejuízo de outrem,devendo o homem se contentar com o que possui e não se deixar levar de maneira desvairada, acumulando bens materiais, que no mais das vezes, servem para estabelecer grandes lutas fratricidas entre os herdeiros.
O roubo pode ser considerado como sendo todo o ato de apropriação indébita,não apenas conseguida através da força e da violência, mas também da astúcia enganadora em qualquer ação que prejudique alguém.
Fortunas conseguidas através deste procedimento, que são louvados pelos mesquinhos como obras de vivacidade e esperteza, quase sempre deixando atrás de si marcas de lágrimas e dores dos espoliados, devem ser consideradas como erigidas pelo roubo.

c) caridade e amor ao próximo

Caridade é o amor em ação. O verdadeiro sentido da caridade está na “ benemerência para com todos, indulgência para as imperfeições dos outros e perdão das ofensas”; portanto, não está apenas na ajuda material aos desafortunados
Está também presente no amor aos inimigos, que significa perdoar-lhes as ofensas, quase sempre nascidas da ignorância, do orgulho e da vaidade, retribuindo-lhes o mal com o bem.
É um erro fazer da caridade sinônimo de esmola – conseqüência da miséria que é uma chaga social, pois “uma sociedade que se baseie na lei de Deus e na justiça deve prover à vida do fraco, sem que haja para ele humilhação. Condenando-se a pedir esmola, o homem se degrada física e moralmente: embrutece-se”. Triste ainda da sociedade que não fornece meios de recuperação, pelo trabalho e pela educação, àqueles que são inclinados, por falta de recursos, à marginalidade e ao crime.
Faz mais caridade quem gera emprego e trabalho do que quem distribui bens de consumo. É mais caridoso dar ao homem meios para lutar pelo seu próprio pão do que encher-lhe o estômago com a esmola que avilta, deseduca, torna dependente e acomodado quem a recebe.



RESUMO DAS 10 LEIS MORAIS CONTIDAS NO
 PROGRAMA BÁSICO DE DOUTRINA ESPÍRITA - PBDE.
CURITIBA-PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário